conciliar vida pessoal e trabalho
Qualidade de Vida

Como conciliar vida pessoal e trabalho?

 

Manter este equilíbrio e conseguir conciliar vida pessoal e trabalho é um exercício constante e requer bastante esforço e boas doses de disciplina.

Trabalhar, cuidar de si, da casa e dos filhos requer planeamento e foco. Saber para onde direcionar este foco e em que momento é que pode ser o mais difícil. Muita das vezes, você vai precisar resolver diversas questões ao mesmo tempo.

Muitos artigos sugerem que se peça uma certa flexibilidade no trabalho, porém, a verdade é que nem sempre isso é possível. Trabalhar com a realidade é o primeiro passo para organizar as suas tarefas.

Equilíbrio

Dar conta de equilibrar tantas bolinhas no ar não é simples e pode ser extremamente cansativo, portanto, é necessário que você esteja atento àquilo que está a precisar mais da sua atenção no momento. Pedir ajuda e delegar o que pode ser delegado são poderosos aliados nesta função.

Por vezes, a nossa dificuldade em pedir auxílio pode nos atrapalhar e nos levar a adoecer. A necessidade de estar no controlo de tudo, de alcançar uma perfeição, que já estamos cansados de saber que não existe, pode fazer de nós os nossos principais obstáculos para uma vida mais tranquila.

Conheça a si mesmo

Como sempre gostamos de reforçar, conhecer a si mesmo pode ser a chave para perceber o que está certo e o que precisa ser mudado em sua rotina. Dizer “não” em alguns momentos também pode liberar tempo na sua agenda e espaço em sua mente. Consequentemente, isto vai ajudar você a conciliar vida pessoal e trabalho.

Por exemplo, se a casa está uma total desordem, você não precisa ficar 24h a limpar até que esteja totalmente organizada. Faça um pouco a cada dia. Você vai precisar olhar para alguma bagunça ou algum canto que ainda precisa ser limpo e dizer a si mesmo que vai ficar para depois.

Apenas 5 minutos

Se precisa de um tempo para você, mesmo que só tenha 5 minutos, diga às pessoas da sua casa que não lhes pode dar atenção durante este tempo. Medite, tome um café em silêncio, o que for, mas não negligencie a si mesmo. Também não vale fazer isto uma vez e nunca mais. Este cuidado deve ser constante, um compromisso seu com você mesmo.

Por vezes, sentimos culpa e riscamos este tempo para nós da nossa lista. Lembre-se de que não é possível dedicar-se às pessoas que ama e às tarefas que tem de realizar se você não estiver bem.

No trabalho, não procrastinar pode fazer com que você seja mais efetivo no cumprimento de suas atividades, o que ajuda a otimizar o seu tempo e evita que você leve preocupações a mais para casa. Em outras palavras, dê o seu melhor no momento do desempenho de cada uma de suas funções. Quando acabar o seu horário de expediente, saiba transferir o foco para a sua família e para o seu bem-estar.

Vá com calma

Sim, vá com calma! Não se cobre demasiadamente, pois, sempre haverá aquele dia em que tudo vai estar fora dos eixos, e, nestes dias, o melhor é que você respire fundo e aja em “modo de economia de energia”. Realize o que for fundamental e inadiável. Aceite que a vida é dinâmica e que você não pode controlar tudo.

Siga em frente com a esperança de que o outro dia será mais facilmente organizado, sem esquecer que o equilíbrio entre as mais diversas áreas da sua vida e os papéis que desempenha não pode ser tratado como uma obsessão, mas, sim, como um exercício constante em prol de sua saúde física e mental.

Aproveite para ler nosso artigo sobre Burnout e evite chegar a este extremo.

*Por Cristine Rocha

Deixe seu comentário

%d bloggers like this: