Aumentar o bem-estar
Destaque,  Qualidade de Vida

Neurociência revela como aumentar o bem-estar

Primeiramente, é importante ressaltar que aumentar o bem-estar é algo que requer esforço. Não é algo que você vai conseguir de maneira automática, até porque você já deve ter notado que tudo o que grande parte das pessoas deseja não é assim algo tão simples de se alcançar.

Um dado a se ter em conta de partida é que a fonte de nosso bem-estar é 30% genética. No entanto, de acordo com os estudos da Neurociência, os restantes 70% você pode buscar com foco nos seguintes fatores.

1 – Vínculo humano

Somos seres sociais e o nosso cérebro é um órgão também social, como referem os neurocientistas. Portanto, o seu bem-estar vai depender fundamentalmente de quantos vínculos profundos você tem com outras pessoas em sua vida, muito mais do que quanto você tem em sua conta bancária. E o fator “vínculos humanos” também vai influenciar em sua expectativa de vida.

2 – Pertencer a uma causa maior do que você

Pertencer a uma causa que não tenha a ver com os seus próprios interesses é algo que lhe trará bem-estar. Fazer um trabalho voluntário e trabalhar em causas que beneficiem o todo vão impactar de maneira bastante positiva o seu bem-estar.

3 – Sensação de flow

Sabe aquela atividade que você faz e que parece que o tempo para? É mesmo algo que você gosta tanto de fazer que nem sente o tempo passar. Encontre, portanto, uma atividade que lhe dê este “flow” e irá aumentar o seu bem-estar.

4 – Seja altruísta

Os seres humanos têm duas formas de altruísmo. Uma é aquela em que você está a ver uma pessoa a precisar de ajuda e dá esta ajuda de que ela precisa, como quando vê alguém com fome na rua. Este tipo de altruísmo é encontrado em diversas espécies. Entretanto, há uma forma de altruísmo que só existe na espécie humana, que é o altruísmo com relação àquilo que você não está a ver, como quando contribui para uma iniciativa de combate à fome em outro país ou continente, por exemplo.

5 – Ter um sentido de vida

Apesar de ter-se tornado um tanto quanto cansativo ler sobre propósito, a verdade é que, realmente, ter um sentido de vida auxilia no aumento da sensação de bem-estar.

6 – Gratidão

A Neurociência também reforça que exercitar a gratidão é um fator muito importante para o bem-estar.

7 – Outros fatores que contribuem para o bem-estar

Sexo, boa comida, status social, viajar, fazer exercícios, ganhar dinheiro.

8 – Uma ressalva sobre o dinheiro

Estudos de neurocientistas revelaram que, depois de um nível que nos permita as coisas básicas, o dinheiro não impacta tanto no bem-estar como se imagina.

Esperamos que você consiga colocar na sua agenda estas e outras ações para aumentar o seu bem-estar.

Por Cristine Rocha

Ouça nosso Podcast

Siga a nossa Linkedin Page.

Deixe seu comentário

%d bloggers like this: